segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Bullying começa em casa


suziane avila burguez proença cirurgia bariatrica dieta obesidade bullying
Sábado eu estava na pracinha com meu afilhado Dudu.
Ele é magrinho, tem 3 anos, e foi brincar com um menino de uns 4 que já é obeso. A mãe, e a irmã bem mais velha do que o  menino, estavam ajudando as crianças a alcançarem no brinquedo de se pendurar, e tinham que levantá-los do chão para que eles conseguissem segurar no brinquedo. Elas ficavam toda hora dizendo ao menino que ele era muito gordo, e que conseguiam levantar o Dudu por ele ser magro. Ou seja, a própria família do menino já começa a traumatizá-lo por causa do peso. Houve um momento em que o menino olhou pra mãe e chamou ela de gorda, e o Dudu veio correndo com cara de apavorado pra mim e disse: "dinda, ele chamou a mãe dele de gorda". Eu respondi a ele que isso era muito feio, e ele voltou ao brinquedo com a inocência de uma criança que ainda não sabe o poder das palavras...

O que quero dizer aqui é que a mãe do menino não era pra chamá-lo de gordo, e sim como mãe tratar de dar alimentos mais saudáveis a ele para que ele não seja um adulto obeso e traumatizado, que certamente será. Se alguém fizer isso com ele na escola ela vai dizer que é bullying, mas o bullying começou dentro de casa!!!


46 comentários:

  1. essa situação eh horrivel e muito comum, infelizmente. Tem post novo no meu blog e vídeo novo no meu canal, aguardo sua visita.
    |Blog| http://isaclourenco.blogspot.com.br/
    |Vlog| http://www.youtube.com/100observacoes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, bem comum mesmo.
      Isso é uma mentalidade que deveria acabar.

      Excluir
  2. Eu nem havia me dado conta disso.
    Meu filho também é gordo, e o chamamos assim desde pequeno.
    Hoje com 14 anos o apelido dele é gordo, porque quando era bebê todos o chamavam assim, e era bonitinho.
    Nunca pensei que pudesse se tratar de bullying, uma vez que não é dito em caráter ofensivo. Entendi o que você quis dizer, que mesmo não caracterizando-se como bullying, marca a criança.
    Sempre brincamos com ele que não vai sobrar comida, há de se fazer mais quando ele está, chamamos de papa-tudo, essas coisas.
    Essa história de estar vendo a obesidade como doença está mexendo comigo, li algo em outro post seu, onde dizia que jamais chamamos as pessoas com outras doenças pelo nome da doença, como cÂncer, hipertensão, diabetes, e o obeso é chamado de gordo.
    Isso me fez pensar muito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Heloisa, tenta mudar isso. Se ele ainda não se sente mal, com certeza vai começar a sentir logo logo.
      Por muitos anos os obesos foram tachados de relaxados, todo mundo sempre achou que só era gordo quem queria ser, e que os gordos comem como animais insanos. Não é assim, hoje sabemos que na maioria das vezes um gordo come muito menos que um magro.
      Tenta falar com a família, achar um outro apelido pra ele, ou chamá-lo pelo nome mesmo, afinal de contas o nome da pessoa foi feito pra isso né?

      Excluir
  3. OI
    Conheci seu blog hoje e já estou seguindo.
    Operei com 122kg e sei bem como é essa sensação.
    Bjuss e boa sorte pra vc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jackie, obrigada pela visita e pelo carinho.
      É muito bom saber que existem muitas pessoas na minha situação que operaram e hoje vivem uma nova vida. Isso me dá um ânimo muito grande.
      Já estou te seguindo também, espero você por aqui mais vezes.
      Bjuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  4. É muito importante que os adultos tenham consciência para que possam educar as crianças e só assim começar a reverter este preocupante quadro em relação a obesidade. Amo muito minha gatinha linda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amor. Também te amo.
      Quem convive com esse problema sabe bem que os traumas causados são grandes.

      Excluir
  5. Parabéns pelo post. Exatamente isso!
    A conscientização de que a obesidade é uma doença deveria vir de casa, mas ao contrário disso, é em casa que os traumas começam.
    Isso que narraste é um verdadeiro absurdo, pois como disseste, não interessa se a intenção não era pejorativa, importa que não se brinca com uma doença, e sim cuida-se e trata-se dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente.
      em países desenvolvidos os pais são processados e podem até perder a guarda dos filhos se eles forem muito obesos, porque é obrigação dos pais cuidar da saúde dos filhos. Imagina se além de não cuidar a pessoa ainda caçoar da doença?

      Excluir
  6. Olá querida, bom dia...
    Obrigada por ter ido no meu cantinho.
    Já linkei seu blog e estou te seguindo tbm.
    bjos no ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora.
      Eu que agradeço pelo carinho.
      Vou ficar sempre ligadinha no teu blog para saber das novidades.
      Bjuuuuuuuuuus.

      Excluir
  7. Todo esse cuidado e amparo deveriam vir mesmo de casa! Infelizmente, as pessoas estão cada dia com mais informação, porém sem utiilizá-las para nada!!! Muito bom seu post!!! Um bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Rachel, agradeço também pela visita.
      Realmente ainda há muita coisa para mudar.
      Bjuuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  8. olá amiga, acredito que vc tenha escolhido um ótimo caminho, seguir e ler os blogs nos prepara para esta nova etapa da vida, eu mesmo estou com problemas no sangue, mais já sabia que isso poderia acontecer, estou com pedra na vesícula, mais ja sabia que isso poderia acontecer, tudo porque fiz a mesma escolha que vc, fico agradecida por me seguir, estou te seguindo tambem e vou te lincar com certeza....vai dar tudo certo...beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho, pela visita e pelo link.
      Eu também estou com problema na vesícula, e isso que nem operei ainda. O mais importante é termos consciência de todos os riscos que vamos correr.
      Você está muito linda, parabéns.
      Volte sempre aqui, bjuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  9. ISSO É VERDADE, GORDO SOFRE COM GOZAÇÃO SEMPRE. AS PESSOAS FALAM AS COISAS SEM PENSAR NAS CONSEQUENCIAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, as pessoas não pensam no dano que podem causar com esses apelidinhos e brincadeiras de mau gosto.

      Excluir
  10. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  11. obrigado pela visita...teu cantinho e muito lindo estamos em uma luta nemais vai da tudo certo e so a gente te feque tu do da certo.vou deixa meu email do face e ana-vieira27@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Ana. Você tem razão, temos mesmo que ter fé. Espero sim que tudo dê certo. Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  12. Excelente post minha linda! E real, a casa do obeso, que deveria ser o primeiro lugar onde ele encontraria segurança passa a ser o primeiro lugar, onde começa a sentir-se discriminado. Triste, mas é o que acontece. Fiquei feliz em ver que em relação à cinco anos atrás, você amadureceu a ideia, e agora vai operar consciente. Disso depende o sucesso a longo prazo que você terá!!! Bjos flor! bom feriado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta honra Lu. Mesmo com a correria do lançamento do livro você ainda arranja tempo pra passar por aqui e me dar ânimo. Por isso você prova a todo momento que deseja mesmo ajudar as pessoas.
      Obrigada, bjuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  13. oi eu sou o mateus e axo isso pecimo. em minha casa vivem com piadas de gordo comigo e eu choro muinto mas ninguem da bola pros meus sentimentos,isso e muinto triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é muito triste Mateus, eu imagino como você se sente.
      Você já tentou conversar com sua família sobre o assunto? Não quando eles te falarem e você estiver triste, mas assim em um outro momento, chamar e dizer que você precisa falar uma coisa muito séria e expor teus sentimentos?
      Acho que vale a pena tentar viu?
      Passa sempre que quiser por aqui.

      Excluir
  14. Olá.
    Adorei seu blog,claro que terá um espaço todo especial no Portal Teia.
    Pode pedir divulgação quando quiser.
    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa vida, valeu mesmo, estarei sempre visitando o Portal para saber das novidades, porque adorei o site, e até peguei umas dicas lá para blogueiros iniciantes, hehehehehehehe.

      Excluir
  15. ok, divulguei no meu blog, abraços.
    Aguardo sua visita no meu blog e vlog, onde conto
    tudo sobre minha cirurgia bariátrica.
    |Blog| http://isaclourenco.blogspot.com.br/
    |Vlog| http://www.youtube.com/100observacoes

    ResponderExcluir
  16. Post bom hein, o pior é que se trata da mais pura vdd, beijinhossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rosi.
      Infelizmente isso acontece sim, e muito!!!
      Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  17. Oi Suzy!!! Visita feita e blog na minha listinha!!
    Obrigada pelo carinho e concordo contigo sobre a mãe ser a responsável pela alimentação e saude do pequeno. É das mãos dela que 'saem' os alimentos que o engordam, portanto é dela que deveria partir os exemplos corretos. Agora tudo é 'festa' mas daqui a um tempo será ela a responsável por ele ser mais um na estatística da obesidade ou nas filas da bariátrica.
    Bjssss guria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, valeu Leca.
      Muito obrigada pela força.
      Vou passar sempre lá pra saber como tu tá hein?
      Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  18. Infelizmente Suzanie, a grande maioria das mães hoje em dia~, não sabem mais educar seus filhos..o exemplo você acabou de citar um. Parabéns pelo seu blog e já estou te seguindo. Abraços. Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sandra.
      Realmente o exemplo de respeito deve vir de casa, se os pais não ensinam quem irá ensinar?

      Excluir
  19. oi suziane adorei a sua visita e pode deixar que eu vou colocar seu blog nas visitas uma otima semana bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciane, obrigada pela visita.
      Passa por aqui sempre que puder.
      Bjuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  20. Olá!
    Achei seu blog através de um outro!!
    Tá bem atrativo!
    Vamos trocar informações??
    Passa na minha casinha virtual: anpsant82.blogpost.com.br
    Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, que bom que gostou do blog.
      Já estou te seguindo também viu?
      Vamos sim trocar informações, é o que mais estou precisando neste momento.
      Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  21. Oi Suzie, boa sorte na sua caminhada!!
    É muito angustiante, parece que nossa vez nunca vai chegar, mas o tempo passa rápido e quando você menos esperar vai estar comemorando os bons resultados.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, parece que nunca vai chegar.
      O mês de outubro mesmo foi o mais longo da minha vida.
      Obrigada pela torcida.
      Bjuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  22. Minha linda!! Acho que a forma mais rápida pra você ter o livro é comprando comigo, pois chega na sexta ou segunda e coloco no correio pra vc no mesmo dia! Pra saber quanto fica o frete, preciso que me mande seu endereço no email para eu cotar e te dizer!!Na livraria saraiva online e no site da editora também já pode comprar, porém acho que é mais demorado, pois estão pedindo até 20 dias para a entrega! Qualquer coisa meu email é luthfernandes@yahoo.com.br, me avise que olho quanto fica amanhã e te falo viu!! Bjo grande flor!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá bem Lu, to te mandando um e-mail agora. bjuuuuuuuuuuus.

      Excluir
  23. Suzi, eu concordo. Começa dentro de casa! É muito mais fácil apontar e se omitir a buscar um tratamento desde cedo para famílias desestruturadas. Não tem como esperar de uma pessoa que chama o filho pequeno de gordo que essa criatura tenha o mínimo bom senso do que pode estar causando. É incrível mas sabemos que disso temos aos montes né?? - Adorei seu blog, bem objetivo.

    Já estou seguindo inclusive viu?? : )
    Beijos lindona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ju.
      Fiquei toda boba com seu elogio, dizendo que achou meu blog bem objetivo :)
      Infelizmente sabemos que tem muitas pessoas assim por aí, então não temos que nos importar com essas pessoas, e sim com as que querem realmente ajudar, assim como você e outros tantos fazem em seu blog.
      Te espero por aqui mais vezes.
      Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus.

      Excluir

Fico muito feliz com sua visita, mas ficarei mais feliz ainda se você deixar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...